ACEGE

Compromisso de Pagamento Pontual a Fornecedores.

Ao aderirmos a este programa comprometemo-nos a: dar instruções claras e precisas para que os pagamentos sejam efetuados até à data de pagamento da factura; encontrar os meios e o financiamento necessário para possibilitar esse pagamento e solicitar a suspensão deste compromisso sempre que, por qualquer razão, interna ou externa, não o possamos cumprir.

Segundo o estudo da ACEGE, realizado pela Augusto Mateus & Associados, se todos os agentes pagassem aos seus fornecedores de acordo com esta nova lei, a economia teria uma injeção de liquidez que poderia gerar mais de 120 mil empregos, 22 mil milhões de euros do valor bruto de produção e 4,8 mil milhões de euros do valor acrescentado bruto, o que representa 3,24% do PIB.

Nesse sentido, os signatários deste documento:

  • Afirmam publicamente que o pagamento no prazo acordado aos fornecedores constitui uma obrigação de cada líder e é uma boa prática de gestão que deve ser impulsionada para o crescimento das empresas e do País;
  • Comprometem-se a promover o cumprimento da nova legislação sobre pagamentos pontuais e afomentar, nas suas organizações, uma cultura de pagamento a horas aos fornecedores, combatendo, desta forma, a ideia de que esta é mais uma lei para não ser cumprida.
  • Assumem o desafio de promover a adesão das organizações que lideram ao “Compromisso de pagamento pontual aos fornecedores”, no âmbito do Programa “AconteSER: Liderar com responsabilidade”, promovido pela ACEGE, IAPMEI, CIP e APIFARMA;
  • Apelam às grandes empresas e ao Estado (Administração Central, Autarquias e Empresas Públicas) que cumpram com diligência a lei e assumam um papel exemplar para as restantes organizações;

Unsupported Browser

Unfortunately your browser is not supported.

It is highly recommended that you upgrade to a modern browser such as the latest versions of Google Chrome, Firefox or Internet Explorer.